Resenhas

VersOver e Maestrick - 10.01.2019 - Manifesto Bar, São Paulo, SP

Por André BG | Em 14/01/2019 - 03:56
Fonte: Alquimia Rock Club

Fotos: André Alves BG

 

A Hell’s Della Vita Tour uniu as bandas VersOver e Maestrick, que divulgam respectivamente os álbuns Hell's Inc. (2017) e Espresso Della Vita: Solare (2018). A turnê composta por quatro datas teve seu show na capital paulista realizado na ultima quinta-feira no Manifesto Bar, em uma noite muito chuvosa. 

 

A primeira banda a se apresentar foi o Maestrick, por volta das 23h10min com um som e iluminação de palco de ótima qualidade, a banda formada por Fabio Caldeira (vocal/piano), Heitor Matos (bateria), Renato Monta (baixo/vocal) e pelo guitarrista Guilherme que acompanha a banda nessa tour, deu inicio a sua apresentação, basicamente calcada no mais recente e elogiado segundo álbum “Espresso Della Vita: Solare”, iniciando o show com temas como “I A.M. Living”, “Keep Trying” e “Rooster Race”, executadas de forma impecável por uma banda afiadíssima no palco, para então o vocalista Fabio Caldeira anunciar uma breve pausa para um ajuste na mesa de som, o que deu uma esfriada na apresentação, mas a situação foi contornada pela bom humor de Fabio que aproveitou o clima intimista do ambiente para bater um papo com a galera e até responder perguntas.

 

Após os devidos ajustes no som, a banda deu sequencia na apresentação, e foi legal ver que mesmo em número considerado pequeno, uma boa parte do público sabia cantar as músicas da banda, o que deixou o clima muito agradável e descontraído. A apresentação ainda contou com as participações especiais da cantora Andressa Vanuci e do guitarrista Luiz Oliveira (Luiz Oliveira Trio) na música “Hijos De La Tierra”. Ainda com Luiz Oliveira no palco, mandaram “Penitência”, o guitarrista agradeceu por dividir o palco com a banda e não economizou nos elogios aos amigos antes de deixar o palco muito aplaudido. Na sequencia, a banda ainda mandou “H.U.C.”, faixa de abertura de seu primeiro e também muito elogiado álbum Unpuzzle! de 2011, antes de executarem “Trainsition”, certamente o tema mais emocionante do álbum “Espresso Della Vita: Solare” e também do show, com trechos executados ao violão por Fabio Caldeira e Guilherme. Já o desfecho da ótima apresentação ficou por conta de “Aquarela”. Um fato interessante e que não pode se deixar de mencionar, é que a performance do Maestrick fez a apresentação fluir de uma forma muito dinâmica, mesmo com um estilo de som bem progressivo, o show passou voando e não pareceu ter tido uma hora e vinte minutos de duração, algo louvável nesse estilo de som.

 

 

Set list:  

 

1- Origami (intro) 

2- I A.M. Living 

3- Keep Trying 

4- Rooster Race 

5- Pescador 

6- Far West 

7- Hijos De La Tierra 

8- Penitência 

9- H.U.C. 

10- Trainsition 

11- Aquarela 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O evento em geral foi muito bem organizado, em menos de meia hora o VersOver já estava no palco para dar inicio a sua apresentação. A banda de Power/Prog Metal formada em 1997, já é bem experiente e conhecida no cenário nacional e retomou suas atividades em 2017 após um hiato de mais de cinco anos com o lançamento do mais recente álbum Hell's Inc.. Formada por Rodrigo Carmo (vocal), Gustavo Carmo (guitarra), Leandro Moreira (baixo) e Maurício Magaldi (bateria), a banda fez uma apresentação cheia de energia, mesclando músicas do mais recente trabalho como “The Asylum” e “Rain Bender” com outras já bem conhecidas pelo público que acompanha a banda, dando uma repassada em toda sua discografia, com destaque para a trinca “House of Bones”, “Touch the Walls” e “Dead Hour and Twelve Minutes More”, ambas do álbum House of Bones de 2003. 

 

O desempenho da banda no palco como um todo chamou atenção, muito bem entrosados, os músicos parecem ter voltado as atividades com as energias renovadas, mas a performance em especial do vocalista Rodrigo Carmo teve um destaque a parte, com seu estilo bem particular de agitar com cara de psicopata de filme de terror (muito engraçado em alguns momentos), o cara esbanjou energia durante todo o show. O vocalista ainda fez questão de agradecer a presença do público ressaltando a disposição te todos em prestigiar o Metal nacional mesmo em uma quinta-feira com a forte chuva e o fato da grande maioria ter que acordar cedo para trabalhar na manhã seguinte, obviamente muito aplaudido por todos. Outro momento de destaque da apresentação foi com a trinca de temas do mais recente álbum, “Howl In Pain” e “Enemy”, ambas escolhidas como músicas de trabalho recebendo seus respectivos videoclipes e “Bob And Jack”, todas mostraram uma banda revigorada, mas com sua identidade intacta e foram muito bem recebidas pelo público. Após a ótima apresentação, os músicos se despediram do palco merecidamente muito aplaudidos por todos, mostrando que retomar as atividades foi a melhor escolha do quarteto.

 

Fica um pouco difícil de afirmar se foi por causa da chuva ou por conta do público que infelizmente cada vez menos tem prestigiado as bandas nacionais em seus shows, mas o fato é que duas bandas desse nível mereciam ter tocado para um público bem maior do que o presente no Manifesto Bar, mas independente de qualquer coisa, as bandas fizeram excelentes apresentações.

 

 

Set list: 

 

1- Spleen 

2- All Soul’s Day 

3- Thirst 

4- The Asylum 

5- Rain Bender 

6- Cracking Kissing 

7- Gala Night 

8- House of Bones 

9- Touch the Walls

10- Dead Hour and Twelve Minutes More

11- Howl In Pain 

12- Enemy 

13- Bob And Jack

14- Prologue 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



André BG

Atual Editor Chefe

Apenas um cara que curte futebol, mulher e Rock 'n' Roll, bebe cerveja e torce para o Palmeiras!

Facebook: https://www.facebook.com/andre.alvesbg.5 

Instagram: https://www.instagram.com/andrealvesbg/




blog comments powered by Disqus